Balneário Camboriú e Beto Carrero – planejando a viagem

27 fevereiro 2014

Este último final de semana (20 a 24 de fevereiro), eu e minha família estivemos em Balneário Camboriú. O motivo principal da viagem foi conhecer o parque Beto Carrero. Adoramos a cidade e os passeios que fizemos, que agradou pessoas de idades variadas (dos 9 aos 70 anos).

Balneário é muito agradável. A cidade é limpa, as pessoas simpáticas e motoristas educados (acho que este foi o nosso maior choque, ainda mais para quem vem do Rio). Não há mendigos, pedintes e praticamente sem vendedores ambulantes (só para não dizer que não vi nenhum na praia, vi um na segunda-feira na praia Central).

Nosso estilo de viagem

Com uma família com uma criança, uma adolescente, dois adultos e dois idosos, onde um deles é cadeirante, o ritmo de viagem foi bem mais lento do que o planejado. Não saímos à noite. Só passeamos durante o dia. Chegávamos cansados. O tempo que sobrava era só para jantar e depois dormir.

Sendo assim, na hora de você planejar sua viagem, considere que você tendo mais pique, consegue fazer tudo o que fizemos em menor tempo. O que fizemos em 4 dias, ainda mais se os horários do voo forem tão favoráveis como estes que pegamos, vocês conseguem fazer tranquilamente em um final de semana (GIG-NVT às 07:00 e NVT-GIG às 19:47).

Hospedagem

Hotel Melo [Av. Brasil, 2195, esquina com rua 3100] com 3 meses de antecedência. Fechei diretamente com o hotel, depositando com antecedência o valor de uma diária para cada quarto. Ficamos em dois quartos triplos, onde um é adaptado para cadeirantes. Só tenho elogios ao hotel e ao staff. Achei a localização ótima, perto da praia e de padaria e mercado. Bom café da manhã e bons preços de frigobar. Como único ponto negativo, o elevador que é muito pequeno, o que faz os hóspedes esperem por um tempo mais do que necessário para pegar o elevador.

Os deslocamentos

Por indicação de um amigo, fechei os transfers para o Beto Carrero com a San Rafael Turismo. O que foi acordado: transfer aeroporto – hotel (ida-e-volta) e transfer para o Beto Carrero por dois dias. Recomendo o transfer e o profissionalismo da agência. Pontualíssimo e nos ajudou muito com o meu pai, para colocá-lo na van, já que ele não tem mobilidade.

Do aeroporto até Balneário Camboriú
A viagem dura de 30 a 40 minutos. O transfer cobra cerca de R$ 90 a viagem (carro comum).

Roteiro planejado

1° dia (qui)- Chegada em Balneário Camboriú às 08:45. Praia Central e parque Unipraias.
2° dia (sex) – Beto Carrero
3° dia (sáb) – Beto Carrero
4° dia (dom) – Conhecer Florianópolis
5° dia (seg) – Blumenau. Volta para casa

 

No próximo post, falo mais de Balneário Camboriú e o que ver e fazer por lá.

6 Comentários

  1. Christiane santos disse:

    Amei seu post, estou me programando para conhecer o Balneário e claro Beto Carrero, vou com minha família incluindo uma adolescente e uma criança, e sua dica me tranquilizou mas mesmo assim tenho um pouco de receio. Você comprou ingresso com pessoal transf, o pacote foi completo do aeroporto x hotel x Beto carteiro dois dias depois hotel e por último aeroporto. Agradeço pela atenção.

  2. KELLY MOREIRA disse:

    Pat, primeiramente, parabéns pela postagem. Muito útil!!! Estou pesquisando preços de transfer de Balneário Camboriú para o Beto Carrero. Quantas pessoas eram e qual o valor que você conseguiu fechar?
    Obrigada

    • Pat Alves disse:

      Éramos seis. Quatro adultos, uma adolescente e uma criança. Não lembro dos valores mas entra em contato com eles. Eu lembro que um carro fechado era R$ 90. Se fechar o transfer com eles e comprar os ingresso do Beto Carrero com eles tem um desconto. Fale com “seu” Marciano, pessoa boníssima.

  3. julie disse:

    Eu quero fazer uma viagem para o beto carrero e praias de lá, seriam 3 pessoas e uma criança de 7 anos iriamos dia 10/04 a 13/04 e queriamos ir um dia ao parque e os outros na praia, mas queria saber quanto sairia mais ou menos

    • Pat Alves disse:

      Julie,

      Eu não tenho como dizer quanto você vai gastar mas posso te dar uma luz.
      1 – Você vai de carro ou de avião? Veja os preços das passagens aéreas num buscador de passagens como o Decolar. Simule as datas, veja qual é o mais barato e compre as passagens no site da companhia aérea.
      2 – Você já decidiu que ficará hospedada em Penha. Então, dá uma fuçada no site do Booking e jogue as datas da viagem e o número de pessoas no quarto. No caso, 3 pessoas. Ali você terá uma ideia de quanto gastará em hospedagem. Como seu objetivo é o parque, fique hospedada em uma pousada ou hotel próximo ao parque.
      (continua)

Deixe seu comentário