Você está vendo os artigos na categoria “Venezuela”

Volta ao Brasil

6 julho 2010

Chegamos cedo ao aeroporto internacional.  Quem nos buscou foi a agente da Natoura Travel, a intermediária da Freeway no caso do nosso pacote para Los Roques.  Muito simpática.  Ela havia nos prometido que nos estornaria o valor do táxi gasto de Maiquetía para Macuto. Até que chegamos rápido no aeroporto.  Já havia uma fila para o check-in da TAM.  Observamos dois guardas-nacionais revistando as malas de todas as pessoas da fila.  Pensei no porquê disso. Será que em Caracas não tem raio-X?!

Na fila encontramos o pessoal de Montes Claros, o casal de BH e o Leo, o venezuelano.  Uma surpresa ele estar no mesmo vôo! › continue lendo


O teleférico de Caracas

5 julho 2010

Esta manhã  cumprimos a rotina de tomar café com o casal de BH.  Todos os dias foram assim.  Café, passeio e jantar. Parece até que combinamos de viajar todos juntos!  Hoje, eles iriam para Cayo Muerto.

Cayo Muerto junto com Cayo Fabian, Cayo Vapor, Francisquí e Madrisquí são as ilhas que fazem parte do pacote completo das pousadas em geral.  Após nos despedirmos, fomos dar uma voltinha na cidade e tirar algumas fotos. O casal do Rio veio até a nossa pousada se despedir também. › continue lendo


Los Roques: Pelona de Rabusquí

4 julho 2010

Ontem à noite, decidimos o que queríamos fazer.  O casal de BH queria ir para um lugar próximo e tranquilo, sem muvucada. Porém era feriado da Independência e por isso Gran Roque está cheia. O conselho dado por Alejandro é que fôssemos para as ilhas mais distantes.  Não chegamos a um consenso então falamos para Alejandro que decidiríamos no dia seguinte.

Manhã seguinte. Decisão em conjunto: Crasquí (apesar de eu preferir Carenero). No último dia, iríamos para Francisquí Abajo. Então às 9h30 pegamos o barco no píer. Novamente o Alexis.  Estavam no barco além de nós:  o casal de BH, o casal de Brasília, um casal da Venezuela e que está hospedado na La Cigala e o casal do Rio. O casal de Brasília iria para Noronsquí. Nós, da La Cigala, exceto os venezuelanos, iríamos para Crasquí. Já o casal do Rio disse que ia para ilha da Cicareli.  Pronto deixou todo mundo curioso.  Então,  ele explicou que foi sugestão do Alexis o casal ir para uma ilhota chamada Pelona de Rabusquí. › continue lendo


Los Roques: Crasquí, Boca de Cote, Rabusquí e Palafita

3 julho 2010

De acordo com as orientações de Alexis, passamos pela primeira ilha do arquipélago de Los Roques que vemos do avião.  O engraçado que distante muitas destas ilhas.  Dentro de poucos instantes, entramos numa área de manguezal.  Alexis desligou o motor do barco e assim pudemos só ouvir o som dos pássaros. Magnífico! › continue lendo


Los Roques: Francisquí

2 julho 2010

Ontem à noite fomos acordadas por uma ventania fortíssima na ilha.  Parecia que ia destelhar a pousada.  Juro que pensei que fosse um tornado ou pior a antecipação de um tsunâmi (preocupação exagerada. Los Roques não é região de furacões. Muito menos de tsunâmis!).

Ao acordar cedo e dar uma volta na praça, pude ver o estrado: árvores caídas e um poste tombado. Tratei de informar aos companheiros de viagens.  Alejandro nos avisou que o bar Arrecife estava aberto. Então, como as meninas haviam visto Brasil e Chile lá e gostaram do local (até porque é local aberto), decidimos ficar por lá. Faltava avisar ao restante dos brasileiros na pizzaria. Não havia chegado uma alma viva. › continue lendo


Página 1 de 2 12