Morro de São Paulo – o resumo

16 agosto 2012

Um pouco de História e Geografia

Em 1531, Martim Afonso de Souza desembarca na Ilha de Tinharé.  Quatro anos mais tarde, Francisco Romero e a população local fundaram a  vila de Morro de São Paulo, localizada no norte da ilha. A região foi local de piratarias, contrabando de mercadorias  e de batalhas.

Qual a melhor época para visitar Morro de São Paulo?

Melhor ir no período entre setembro e março.  De preferência, em época de maré baixa ( lua nova ou lua cheia). Eu visitei a vila no mês de agosto: ventos fortes e água turva. Bem diferente dos cartões-postais.

Como chegar

Há várias maneiras de se chegar em Morro de São Paulo, basicamente se resumem a três: (a) por ar, (b) por mar e (c) combinado mar e terra.  Se chegar por outro meio que não seja o aéreo, o início da sua viagem provavelmente começará ou pelo Terminal Marítimo, que se localiza em frente ao Mercado Modelo, ou pelo  Terminal São Joaquim, de onde saem os ferry-boats.  As corridas de táxi comum do aeroporto ao Terminal Marítimo e do aeroporto ao Terminal São Joaquim custam, respectivamente: R$ 60 e R$ 80.   O modo mais econômico é utilizar o transporte público. Logo atrás do estacionamento do aeroporto, há um terminal rodoviário.

Fonte: http://www.morrodesaopaulobrasil.com.br


  • De avião:  É o modo mais rápido e obviamente, o mais caro. Partindo do aeroporto de Salvador rumo ao aeroporto da Terceira Praia,  o voo dura aproximadamente 20 minutos.  O trajeto é feito em aeronaves pequenas de 6 a 8 passageiros. A passagem custa em torno de R$ 250.
  •  De catamarã:  Os catamarãs saem do Terminal Marítimo (em frente ao Mercado Modelo) e a viagem leva de 2h a 2h40min, dependendo da embarcação que realiza a travessia, das condições de vento e das marés.   O preço varia de acordo com a embarcação e com o período da viagem. Em agosto de 2012, os valores estavam em R$ 75 ou R$ 80.   Dependendo do tempo, o transporte é suspenso temporariamente.  Lembrete:  Algumas pessoas podem passar mal durante a viagem, pois a travessia é em alto-mar.  Se você é do tipo que enjoa fácil em barcos, tenha em mente que é bom usar o famoso remédio anti-enjoo.  Quando eu fui, vi vários passageiros passando mal.  Eu tomei o remédio anti-enjoo uma hora antes do embarque. Não senti nada.
  • Combinado marítimo + terrestre:  É o modo mais econômico.  Primeiro, você deve ir até o Terminal de São Joaquim e atravessar de ferry-boat para o Terminal Bom Despacho, na ilha de Itaparica ( 1h de travessia – R$ 3,95 ). O ferry-boat é um barco grande que além de passageiros, pode embarcar veículos de pequeno e médio porte. Os preços variam de acordo com o dia, durante os finais de semana e em dias de feriado é mais caro.  De lá, seguir viagem até Valença (2h de ônibus). Em Valença, pegar barco (2 horas e meia de travessia) ou lancha rápida (45min de viagem) para MSP.
  • Modo prático: Ir até o Terminal Marítimo (em frente ao Mercado Modelo) e pegar o barco para  a ilha de Itaparica (Terminal Bom Despacho, 35min de travessia). De lá, seguir viagem de van até Ponta do Curral (2h).  Em Ponta do Curral, saem lanchas rápidas que levam apenas 12 minutos para chegar ao cais de Morro de São Paulo. Modo um pouco mais rápido que o modo mochileiro e com zero de enjoo.  O ideal é fechar este trajeto com as agências que oferecem traslado a Morro porque não há transporte frequente em Ponta do Curral.  O preço é o mesmo do catamarã.

Ao chegar na ilha, você verá várias pessoas com carrinhos de mão.  É o jeito criativo do nativos de oferecer o serviço de carregar as malas.  Negocie o preço antes. Nós pagamos R$ 5 por cada mala transportada.  Ao atravessar o pórtico de entrada da ilha, paga-se uma taxa de turismo no valor de R$ 12.  O turista recebe um mapa da região. Também dá direito a uma espécie de city-tour que sai por volta das 10:00 do Centro da vila.  Guarde R$ 0,62 para pagar no cais, na hora de deixar a ilha.

O que conhecer em Morro de São Paulo

  • As quatro praias da vila:  Dá para conhecer as quatro praias da vila em uma caminhada de meia hora. A Primeira Praia é onde caem as pessoas que descem da tirolesa . A Segunda Praia é onde tem mais infra-estrutura e é a mais popular para banho.  A Terceira Praia é de onde saem os passeios de barco.  Em frente a Terceira Praia há a ilha de , onde há passeios de caiaque para lá. Entre a Terceira Praia e a Quarta, na maré baixa, formam-se piscinas naturais.

 

  • Ir ao mirante da Tirolesa;
  • Conhecer o Farol do vilarejo;
  • Conhecer as quatro praias (Primeira Praia, Segunda Praia, Terceira Praia e Quarta Praia). Dá um pouco mais de 20 minutos caminhando;
  • Conhecer as piscinas naturais da Quarta Praia (logo no limite entre a Terceira e Quarta praia – só consegue ver na maré baixa);
  • Fazer o passeio de volta a ilha e conhecer as piscinas naturais de Boipeba (Moreré); (R$ 60)
  • Conhecer Ponta de Curral, Bancos de areia, tomar banho de argila e a praia de Gamboa  – tudo isso no passeio de barco para Gamboa; (R$ 30)
  • Piscinas naturais de Garapuá, em passeio de barco; (R$ 30)
  • Observação de Baleias (R$ 140)
  • Descer na tirolesa, a maior do Brasil com 70m de altura (R$ 30, a primeira descida)

Mapa detalhado de Morro: http://www.morrodesaopaulobahiabrasil.com/mapa.htm

Onde ficar em Morro de São Paulo

Primeira ou Segunda praia.  Particularmente, prefiro a Primeira por estar mais perto do comércio.  Quem quer sossego total, melhor ficar na Terceira Praia ou Quarta Praia.

Elaborando um roteiro

Particularmente, acho que os dias de ida e volta são praticamente dias perdidos, ainda mais para quem vem de uma cidade longíqua a Salvador ou Valença.  Acreditando nisso, acho que três dias inteiros é o mínimo para conhecer o melhor da ilha e de quebra fazer o passeio a Boipeba.

Por último mas não menos importante

Tensão: 220V
DDD: 75
Bancos:  Há caixas eletrônicos do Banco do Brasil e do Bradesco e uma casa lotérica. Cartões de crédito são aceitos em boa parte dos estabelecimentos, inclusive até nas agências que promovem os passeios.

 

Os relatos da viagem a Morro de São Paulo estão listados aqui.

 

33 Comentários

  1. Aline disse:

    Olá Pat, boa tarde… gostei dos seus relatos, gostaria de saber sua opnião. Vc acha que vale a pena ir em abril? to pesando em comemorar 1 ano de casado laá!

    beijos

  2. Wilson Abreu disse:

    Boa noite! Parabéns pelo Site e informações. Gostaria de saber sobre a praia do Encanto e se esse mês de junho é indicado a ida a MSP.

    Abraços

    • Pat Alves disse:

      Oi, Wilson!
      Não conheço a praia do Encanto 🙁 Sobre o clima, o mês de junho não é uma boa época para ir mas o tempo anda tão louco ultimamente… vá que dê sorte…

  3. wagner cunha disse:

    boa tarde
    Queria saber se no inicio de maio é uma epoca boa para ir em morro de sao paulo e se seria melhor conciliar a data com a lua cheia.

    • Pat Alves disse:

      Olha, o tempo anda meio louco mas eu tenho como “mantra” ir ao Nordeste (da Bahia até Rio Grande de Norte) de setembro a março. Acho que os dias de sol são mais garantidos. Já os outros estados (Maranhão, Ceará e Piauí) prefiro ir no meado do ano até setembro. Eu tenho quase certeza que no ano passado choveu muito na Bahia este mês. Dá uma googlada 🙂

  4. Juliana disse:

    Olá, você foi em qual dia de agosto? Estou indo dia 26/08 e estou preocupada com o tempo.
    Obrigada pelas dicas de grande valia!

  5. danilo disse:

    Poderia me responder por e-mail, se na metade de Setembro é chuvoso? Geralmente nessa época é preciso fazer reserva do transporte de barco de salvador para morro de sp? ou é só chegar e comprar o bilhete?

    Obrigado

    • Pat Alves disse:

      Danilo,

      Uma amiga do trabalho foi em outubro e pegou chuva e olha que nem era época de chuva assim como não é setembro. O tempo está imprevisível mesmo. Desejo-te sorte!

  6. Karina disse:

    Olá vc tem alguma agencia que indicar para fazer o transfer que comentou de Itaparica a POnta do Curral?

  7. Deysi disse:

    Adorei as dicas! Vamos semana que vem e vou até imprimir algumas coisas daqui!

  8. Amanda Costa disse:

    Pat, vou logo no ínicio de Maio e estou procurando agito, nesse período ainda é movimentada a ilha ou não tem nada?!

  9. tatiana vergilio disse:

    oii Paty gostei muito dos seus relatos..tenho algumas duvidas,em relaçao ao tempo, tenho data marcada para morro de sao paulo no dia 26 de março até 02 de abril,gostaria de saber se faz sol ainda nesse mês,e também se vc tem algum hotel pra indicar que seje bom e economico.obrigada

    • Pat Alves disse:

      Acredito que sim. O clima de hoje em dia é tão imprevisível. Mas torçamos para que faça sol. Quanto a pousada, eu fiquei na Segunda Praia na pousada Saudade da Ilha ou Ilha da Saudade. Algo assim. Boa relação custo/benefício.

  10. Katherine Pinheiro disse:

    Pat, muito bom o seu relato, tem muitas dicas está me ajudando bastante. Como vou sozinha no mês de maio, vc acha melhor ficar na 1a ou 2a praia?
    Obrigada

  11. Francisco Eustáquio Ferreira disse:

    Olá, adorei seu resumo estarei na ilha do dia 28/03/14 a 06/04/2014.
    Já tenho voo a partir de BH para Salvador (Azul) o voo para Valença (Pasaredo)o voo de volta Salvador BH (Azul) e não tenho o transfer da Ilha para o Aeroporto na volta, meu voo de volta é as 17:00 horas e preciso de ajuda neste sentido, qual a maneira mais agradável e também econômica de fazer este trecho.

    • Pat Alves disse:

      Francisco,

      O dia da volta é praticamente perdido. Eu gostei de ter pego a lancha rápida para o atracadouro de Ponta do Curral. De lá, um carro para Itaparica. De Itaparica, o ferry boat para Salvador (terminal marítimo de São Joaquim). É o modo mais agradável. O mais prático é ir de catamarã direto para o Mercado Modelo (3h). Se você não enjoa em barcos e se tiver um horário adequado (para não chegar em cima da hora do voo no aeroporto), vá de catamarã. Agora se tem facilidade para enjoar e quer economizar alguns trocados, vá pela Ponta do Curral.

  12. Ranielly Azevedo disse:

    Olá Pat, adorei seu relato sobre Morro de São Paulo, lendo me deu ainda mais vontade de conhecer. Estarei embarcando no mês que vem para conhecer esse lugar encantador, ficarei 5 dias. Gostaria de saber o que levar de roupa, me falaram que é short e chinelo é isso mesmo? E a noite o que rola por lá?
    Abraços!

    • Pat Alves disse:

      Roupas leves. Concordo com tudo short e chinelo. Eu sempre levo uma calça comprida mais por causa do avião do que pelo lugar. Ali em Morro é tudo bem informal.
      Ranielly, a noite não é o meu forte…rs mas sei que tem luau na Segunda Praia. Boa Viagem! O lugar é muito bonito!

  13. Fernando disse:

    Olá Pat, tudo bem?
    Você acha que vale a pena ir no início de setembro? Tipo 01/09/2013 até o dia 08/09/2013?
    Obrigado.

    • Pat Alves disse:

      Puxa, Fernando. Perdão pela demora em responder. Em Setembro tem as Fiestas Pátrias. Procure se informar pois eu já li relatos de gente que foi justamente neste período e encontrou dificuldades de hospedagem e lugares abertos para visitação.

      Fernando, fiquei na dúvida. Eu respondi sobre Santiago mas na verdade a sua pergunta é sobre Morro de São Paulo. Que louca eu sou! Setembro é uma boa época sim.

  14. heverson disse:

    Olá Paty… gostei muito do seu resumo, facilita bastante para quem esta interessado em visitar o morro de são paulo. Estou querendo ir no mês de agosto do dia 15 a 22… so tenho medo do clima nao esta muito bom… o que vc me diz pat.. posso ir sem medo… aguardo retorno.. muito obrigado.

    • Pat Alves disse:

      Heverson,

      Eu fui no mês de Agosto e não dei sorte. Ventou muito o que contribuiu para o mar estar mexido e as águas não estarem tão cristalinas. Nem fizemos o passeio para Boipeba. Todos os dias tinha uma chuva fininha. No dia que reservamos para Boipeba estava previsto uma senhora chuva, aí resolvemos ir embora rumo a Praia do Forte. Eu pretendo voltar a Morro numa data mais propícia. O próprio pessoal de lá falou que era melhor ir no verão ou a partir de setembro. E ainda não fomos no período de lua cheia e nem de lua nova (para poder aproveitar em bom horário as piscinas naturais). Mas o tempo de hoje em dia é meio doido, então você poderá ter muito mais sorte que a gente. Se só tiver só esta data, vai sim. Não desamine!

  15. silvania. disse:

    Pat. adorei o seu relato. Pesquisei bastante sobre Morro pois vou visitar o lugar no mês de novembro. Ficarei dois dias completos, vc acha suficiente para conhecer os melhores lugares? Obrigada. Silvânia.

  16. Fernando Chiarelli disse:

    Ops….a pergunta é: ” É melhor ficar três dias completos em Morro de SP ou ficar dois dias lá e um dia pra conhecer Praia do Forte (ou Imbassaí)”?

    Abraço.

    • Pat Alves disse:

      Fernando,

      Fique os três dias por lá. Até porque é muito cansativo o deslocamento pra lá. Aproveite os dias para ficar na praia e descansar. Faça o passeio de”Volta a ilha” por mim. Morro de São Paulo vale a pena!

      Que honra receber um comentário seu no meu cantinho!

    • Pat Alves disse:

      Ah, a praia do Forte também é um lugar bonito. Ainda mais para quem gosta de piscinas naturais como eu. Fica no outro extremo, na linha verde, rumo a Sergipe. A princípio, se parece com muitos lugares no Nordeste que vimos por aí: uma rua principal com restaurantes de charme e muitas lojinhas de artesanatos e roupas de praia. Vide exemplos de Pipa e Canoa Quebrada. Só que achei mais sofisticado. O primeiro projeto TAMAR fica ali e vale a pena conhecer.
      Um casal que conhecemos elogiou muito Imbassaí, talvez seja uma boa conjugar Forte e Imbassaí.

  17. Fernando Chiarelli disse:

    Pat, excelente relato. Havia pesquisado muito, mesmo assim o que li aqui elucidou várias dúvidas. Mas ainda gostaria de sua opinião sobre um ponto da minha viagem: É melhor ficar dois dias completos em Morro de SP ou ficar dois dias lá e um conhecer Praia do Forte (ou Imbassaí)?
    Ps: Considerando que o clima estará bom.

    Obrigado e um abraço!

Deixe seu comentário