Punaú

23 fevereiro 2010

Punaú é um lugarejo da cidade de Rio do Fogo, litoral norte de Natal. As  poucas coisas que eu sabia de Punaú além de fazer parte de um passeio conjugado com Maracajaú é que havia uma tirolesa bem “legal” mas não tão emocionante quanto a de Jacumã.

Saímos do hotel por volta de 8h. Nosso guia é o Ivo, apreciador de MPB. Especialmente, Ana Carolina.  Somos um grupo de 14 pessoas, a maioria do Paraná.  A van cruzou a ponte Newton Navarro rumo ao litoral norte. Passou por uma não tão boa estrada RN para a BR-101 muito bem conservada porém sem acostamento. E praticamente sem tráfego de caminhões. Após uns 45 minutos, entramos numa estrada de terra até chegar ao portão de uma espécie de hotel-fazenda escrito Punaú Praia Hotel.

O rio Punaú nasce no distrito de Punaú e corre pela fazenda.  Águas escuras e bem rasas. Quente, como era de se esperar em todo o Nordeste.  Um cenário de catão-postal que nos fez lembrar a foz do rio São Francisco em suas devidas proporções.

Nós chegamos por volta das 9h30 e aproveitamos o lugar para tirar fotos, tomar banho de rio, ver os corajosos descendo na tirolesa, etc. Antes, reservamos o horário do almoço conforme o guia nos havia aconselhado.

Mal percebemos que o tempo passou rápido! A paisagem de Punaú é realmente paradisíaca.  Fechamos a visita ao lugar, almoçando ao som das músicas de Zé Ramalho, cantadas por um cantor local.

Adorei Punaú! Qualquer um, creio eu, passaria tranquilamente o dia inteiro lá.

Momento Master

Água: R$ 2,00;
Refrigerante: R$ 2,50;
Prato peixe para duas pessoas: R$ 25,00;
Quadriciclo: R$ 50,00;
Caiaque: R$ 7,00;
Tirolesa: R$ 5,00.

Tomar um banho de rio tendo o mar como plano de fundo e as dunas à sua frente: não tem preço!


Deixe seu comentário