Tour guiado no Cerro de Santa Lucía

16 junho 2013

Cerro Santa Lucía

No passado era chamado de Cerro Huelén pelos nativos do vale do Mapocho, os índios mapuche, que o consideravam sagrado. Cerro significa morro em espanhol.  O Cerro de Santa Lucía foi fundado em 1540 por Pedro de Valdivia que o considerava ponto estratégico para enfrentar os mapuches.  O cerro tem 65.300m² de superfície e uma altura de 69m.  Em 1872, o intendente de Santiago Vicuña Mackenna promoveu uma grande obra no morro para comemorar o centenário da República, transformando-o em parque e instalando diversas obras de arte no local.

A Oficina de Turismo de Santiago oferece gratuitamente um passeio guiado pelo Cerro de Santa Lucía. Achamos que seria uma ótima ideia conhecer o local em uma manhã de domingo.  O ponto de encontro é na Terraza Netuno, logo na entrada do Cerro localizada na Avenida Libertador Bernardo O’Highings.

O guia explica sobre a História de Santiago e  a do Cerro.  Caminhamos por quase todo o lugar. O passeio tem paradas como o Mirador, o Jardim Circular e o Castillo Hidalgo.

No Mirador, temos uma vista panorâmica de Santiago.  Ali dá para contemplar a Cordilheira dos Andes e se surpreender com a nuvem da poluição  que envolve a cidade. Segundo o guia, a nuvem tende a se dissipar com a chegada da neve na cordilheira dos Andes. Do Mirador, também conseguimos ver alguns edifícios importantes da cidade.

Em frente a estátua de Pedro de Valdivia, o guia conta a história do fundador de Santiago. Um fato curioso é que não se tem registros de retratos do conquistador. A imaginação dos pintores foi retratá-lo como Dom Quixote de La Mancha (de fato, quando fizemos o tour guiado no Palácio de La Moneda, vimos um quadro de Pedro de Valdivia que era igualzinho ao Dom Quixote que conhecemos!)

Seguimos até o Castillo Hidalgo que no passado era usado como fortaleza para proteger a então cidade de Santiago del Nuevo Extremo.  Ganhou o nome de Hidalgo para homenagear o capitão Don Manuel Hidalgo, morto na batalha de Chacabuco. Atualmente é um centro de eventos.

O tour termina próximo ao ponto inicial: a  Terraza Neptuno.

Vale a pena fazer o tour guiado. O cerro é um lugar que passa tranquilidade, é muito arborizado e romântico. Na minha opinião, os destaques do lugar são a Terraza Neptuno e o Jardim Circular. O Cerro de Santa Lucía é uma boa pedida para uma pausa na viagem.

Localização:  Av. Libertador O’Higgins entre as calles Santa Lucía e Victoria Subercaseaux (entrada da Terraza Neptuno) e a outra na Calle Santa Lucía. Ao entrar, um guarda pede para você preencher preencher no livro de visitas, o seu nome e país de procedência. Metrô: Santa Lucía

 

Deixe seu comentário