Visitando a Acrópole e o Novo Museu da Acrópole

22 agosto 2013

Visitando a Acrópole

O Central hotel possuía um café da manha: tomate, pepino, suco de pêssego, a máquina de café, ovos, frutas e iogurte, salsicha, bolos e croissant. Resumindo: bem internacional. A mala das Saímos do hotel para pegar o metrô rumo a estação Acrópole. As informações dos lugares turísticos aqui são em grego e em inglês. Essas mudanças aconteceram na época das Olimpíadas de 2004.

O ingresso para Acrópole custa 12 euros e dá direito a conhecer outros sítios históricos como o Ágora Antiga, Ágora Romana, templo de Zeus Olímpico e o teatro de Dionísio. O sol já estava forte e nos arrependemos amargamente de ter vindo com calça comprida. Já havia muitas pessoas na Acrópole. Na entrada, o templo de Atena Nike e passando por ele, o Parthenon. Qual foi a nossa surpresa ao ver aquele monte de guindastes atrapalhando o visual do Parthenon e as nossas fotos rs rs rs

20120526_102508

Nós fomos sem guias, então para a gente naquele momento nada tinha significado. Ouvimos muito o português com sotaque brasileiro. Foi uma grande emoção conhecer aquele cenário que fez parte da história da Humanidade. Pena que muita coisa foi destruída e ainda bem que fazem de tudo para preservar.

Saímos de lá e fomos para a outra entrada da Acrópole conhecer o templo de Hefestus e a Ágora Antiga. Subimos o monte Aeropago, lugar onde o apóstolo Paulo fez uma de suas pregações.

A face oeste da Acrópole é o bairro de Monastiráki, cheio de restaurantes e lojinhas, uma rua 25 de março, um Saara. Adoramos! Comemos uma salada grega e um prato enorme de carnes mixadas (bovina, frango, linguiça e cordeiro) e vários bolinhos e salgados de queijos. As meninas gostaram da cerveja Mythos. Aqui, sempre antes de uma refeição a entrada é pão (dois tipos) e água, muita água. Eles adoram um azeite e o azeite aqui é de um sabor muito bom. Andamos e muito pelos bairros de Monastiraki, Plaka e Psiri.

Conhecemos a Biblioteca de Adriano. Logo nesta rua há um trenzinho que circula pelos principais pontos turísticos da cidade a custo de 6 euros. Não usamos mas achei bom deixar esta informação pois pode ser útil para quem viaja com crianças. Se não me engano, o trem custa 6 euros.

O Novo Museu da Acrópole

Voltamos para a estação de Acrópole e conhecemos o novo museu da Acrópole. Lá entendemos muita coisa da Acrópole pois há várias peças da Acrópole e um vídeo explicativo. Recomendado com louvor! Na construção do museu, descobriram ruínas sob o solo, então na entrada do museu uma parte do piso é transparante para as pessoas observarem as ruínas. O restaurante do museu tem uma vista ótima para a Acrópole.

Novo Museu da Acrópole

Assim terminou o nosso dia. Andamos das 08:00 até às 20:00. Ah, a crise na Grécia parece só existir na TV. Tudo parece transcorrer calmamente. Não há protestos. Há muitos turistas e os preços não são tão baratos assim como as pessoas estavam pensando.

 

Dicas

  1. Chegue cedo à Acrópole antes da horda de turistas de cruzeiros.
  2. Leve água, protetor solar e um chapéu. O sol castiga;
  3. Se puder, contrate o guia.
  4. Se não estiver com guia, sugiro ir ao Novo Museu da Acrópole antes.

Deixe seu comentário