Florianópolis – planejamento

14 fevereiro 2012

Desde 2008, eu viajo para o Nordeste.  É um caso de amor com aquelas praias de águas mornas.  Não sei explicar, Nordeste para mim é sinônimo de praia. Nestas andanças, conheci praias dos sete Estados, só faltando o Piauí e o Maranhão.  Os amigos não entendem porque eu gosto tanto de lá visto que eu não como peixes nem frutos do mar.

Graças a mais uma promoção da Gol, viajarei logo após o Carnaval para Florianópolis. Estávamos em dúvida entre Bonito e Florianópolis.  Optamos pela última por ser verão e querer aproveitar a praia.  Confesso que eu fiquei um pouco arrependida pois eu tenho uma certa implicância (para não dizer horror) com águas geladas.  Porém, são tantos elogios ao lugar que acabei me animando.  Compramos passagens para Florianópolis por R$ 65 o trecho. Uma barbada!

Circulando por Floripa

O deslocamento pela ilha de Santa Catarina de transporte público é complicado pois os intervalos entre as linhas de ônibus são grandes e dizem que o táxi é caro, por isso a nossa idéia é alugar um carro já no aeroporto.  Estamos pesquisando ainda locadoras mas a média das diárias que estou encontrando é de R$ 100, com quilometragem livre em carro popular com ar condicionado.

A princípio, vamos conhecer as praias de carro e à noite, descansar ficando em um lugar onde seja mais movimentado, com bares, restaurantes e lugares descolados.

Hospedagem

Muitos sites de viagem recomendam se hospedar no Centro para facilitar a locomoção mas como estaremos de carro e como li que no Centro não há tanta coisa para fazer à noite, escolhemos ficar na Lagoa da Conceição, por indicação de amigos.

A Lagoa da Conceição é enorme, qual o melhor lugar para ficar? Ninguém sabia explicar. Nem foi fácil achar esta informação. Até que descobrimos que a maioria das pousadas e estabelecimentos comercias estão numa parte que chamam Centrinho da Lagoa, próximo a Avenida das Rendeiras.

O que conhecer

Serão cinco dias inteiros.  Pouco tempo para conhecer as mais de quarenta praias da cidade. Particularmente, eu gosto de passar o dia inteiro em uma única praia.  Não gosto de fatiar o dia, acho que fica a sensação de “viu, tá visto!”, não aproveitando o lugar.  Prefiro lagartear e admirar a paisagem.

A ilha de Santa Catarina: o que fazer

A atração principal é a praia. O mapa ajuda a entender um pouco a ilha.  As praias mais frequentadas são as do litoral leste e norte. Nem todas as prais tem águas geladas como eu imaginava.  O sul e o leste da Ilha possuem águas frias, com influências de correntes da Antártida. As águas do litoral norte são sempre mais quentes.  Há praias próprias para os amantes do surf e praias mais calmas, adequadas para famílias com crianças.

1. Litoral norte: Santinho, Ingleses, Lagoinha de Ponta das Canas, Ponta das Canas, Cachoeira do Bom Jesus, Canasvieiras, Jurerê e Daniela.

  • Daniela, Lagoinha, Ponta das Canas – mais adequada para crianças;
  • Canasvieiras – a preferida dos argentinos;
  • Jurerê – praia próxima do condomínio mais caro da ilha, Jurerê internacional. Há vários beach lounges nos moldes da Europa como o Parador P-12 e o Café de La Musique.

2. Litoral leste: Joaquina, praia Mole, Galheta e Barra da Lagoa

  • Joaquina – praia mais popular da ilha. Própria para surf.
  • Mole – tem areia branca e fofa e mar proprício para o surf.  Há inclusive uma estátua que faz a alusão ao surf.

3. Litoral sul: Armação, Lagoinha do Leste, Pântano do Sul e praia da Solidão

  • Lagoinha do Leste – considerada a praia mais bonita de Florianópolis. Praia selvagem e que para chegar e necessário percorrer uma trilha a partir de Pântano do Sul (45 minutos);
  • Campeche – água fria e mar com correntezas e ondas;

Lagoa da Conceição

Há passeios de escuna e de pedalinho no Centrinho.  É recomendável dar uma olhada nos relatórios de balneabilidade.  Além do Centrinho, há a Costa da Lagoa onde há restaurantes caseiros especializados em frutos do mar. O acesso mais rápido é de barco a partir do Centrinho da Lagoa.

Ponte Hercílio Luz e os mirantes

A ponte Hercílio Luz é a maior ponte pênsil do Brasil e foi a primeira ligação rodoviária entre a ilha e o continente. A ponte atualmente está em fase de obras de restauração.

Há três pontos conhecidos para apreciar a vista panorâmica de Floripa: morro da Cruz, no Centro e em dois pontos distintos na Lagoa da Conceição (um deles é próximo ao restaurante Ponto de Vista).

Passeios de barco

Há dois passeios: um deles visita a baía dos Golfinhos e as ilhas de Ratones Grande e de Anhatomirim. Em cada ilha há um forte: Santo Antonio e Santa Cruz, respectivamente. Os barcos saem do trapiche da Beira-mar, no Centro e de Canasvieiras. A diferença é que os barcos que saem de Canasvieiras não param na ilha de Ratones.

O outro passeio é visitar a ilha de Campeche. A ilha é tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) devido aos sítios arqueológicos com suas inscrições rupestres e monumentos líticos. Para conhecê-los é necessário percorrer trilhas monitoradas.  É cobrada taxa para isso com a finalidade de preservar a ilha.

Nossa ideia é conhecer as populares como a Mole, Joaquina e Jurerê e talvez fazer um passeio de barco.  Assim que voltar de viagem, faço um resumo bem explicado dos lugares por onde passei, contando as minhas impressões.

 

 

8 Comentários

  1. Egon disse:

    Olá,
    Gostaria de saber qual é a fonte desse mapa turistico!
    Obrigado

    • Pat Alves disse:

      Oi!

      Não tenho a fonte correta. Este mapa tem em vários sites da internet e sem citar a fonte. Por isso não sei qual o autor. Veja você mesmo no Google ao digitar “Mapa Florianópolis”.

  2. Juliana disse:

    Oi Pat e ai você foi para floripa? como foi a viagem o que achou, fale pra nós, estamos vendo para ir em dezembro em canasvieiras, nunca fui pra lá e estou pesquisando o que fazer lá nesses 7 dias.

    • Pat Alves disse:

      Fui sim, Juliana! Eu gostei mas eu confesso ter ficado decepcionada pois tinha criado uma grande expectativa. Era tanta gente falando bem de Floripa e quando fui pra lá depois do Carnaval, a cidade estava às moscas (não que eu prefira tumultos), peguei templo nublado, achei a cidade paradinha, paradinha… Um mês depois, já em Foz do Iguaçu, um casal do Rio me falou que eu fui na época errada, que Florianópolis tem que ser na alta temporada. Isso foi confirmado com a minha amiga que foi comigo pela primeira vez, ela foi agora em janeiro e gostou muito. Disse que foi muito melhor do que a primeira vez.Então, você está indo na época certa. Os relatos de Floripa você pode ver em Categorias > Brasil > Santa Catarina > Florianópolis ou vá direto no link: http://www.omundoaosmeuspes.com.br/category/brasil/santa-catarina/florianopolis/

      • Rejane C. disse:

        Olá Juliana e Pat!!! já morei em Florianópolis e bom mesmo pra quem gpsta de praia e sol é no verão…o resto só chuva e frio ,,,muito frioo…e não é que nem as praias de E.S por exemplo que saõ uma do lado da outra. nãooo preparem o carro que vale a pena alugar um e o dia todo pra curtir cada uma pq são uma bem longe das outras.Mas n se comparam com quesito paraíso e limpeza. são praias maravilhosas de águas limpidas e sem lixo mesmo pq na educação as pessoas de lá são nota mil… amoooo de paixão Floripa…. vale muito a pena conhecer..bjsss

        • Rejane C. disse:

          aaaa Juliana… esqueci de dizer ,,,canasvieiras é um máximo no verão..vai sem medo e faz o passeio de barcos piratas que saem de lá e vão até as ilhas de Santa Cruz. passeio super divertido que tem os guias vestidos de piratase não deixam ninguem parado pq tem brincadeiras muita música parada para nadar em alto mar, golfinhos e muito mais.

  3. ana helt disse:

    Dona Pat,
    Poderia me dizer quando a Sra. irá para Floripa???rs
    E as outras viagens do ano? Se fechar alguma para América do Sul me avise!!!
    Já fechei o destino das minhas próximas férias: praia, surf, colares de flores….rs
    Bjs!

    • Pat Alves disse:

      Logo após o Carnaval, irei para Santa Catarina. Todo o ano falo que vou ter um planejamento com viagens mas eu estou enrolada! Só consigo planejar com bastante antecedência a viagem de férias. Você vai para o Havaí?

Deixe seu comentário